/Portugal tem a mais baixa sazonalidade turística do Mediterrâneo

Portugal tem a mais baixa sazonalidade turística do Mediterrâneo

Portugal tem a mais baixa sazonalidade turística do Mediterrâneo

Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo, afirmou que Portugal tem a mais baixa sazonalidade turística do Mediterrâneo. No âmbito da abertura do congresso da Associação Portuguesas das Agências de Viagens e de Turismo (APAVT), realizado em Ponta Delgada, e de acordo com o Expresso, a secretária de Estado declarou que o “índice de sazonalidade em Portugal desceu de 39% em 2015 para 36% em 2017”.

Incerteza a curto prazo?

O presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, adotou um tom pessimista, que foi largamente reproduzido pela comunicação social nacional. Costa Ferreira previu que o turismo nacional poderá estar em fim de ciclo, elencando um conjunto de fatores negativos:

– o esgotamento do aeroporto de Lisboa (que, de qualquer forma, não tem influência para o setor turístico do Algarve, que mais depressa poderia recorrer a Beja em caso de esgotamento do aeroporto de Faro);

– o Brexit (um risco para o turismo de massas, embora possa ser uma oportunidade para o turismo residencial);

– a diminuição da procura externa face ao regresso de destinos turísticos afetados por instabilidade política, nomeadamente a Turquia, a Tunísia e o Egipto.

Combate à sazonalidade: uma aposta ganha

Por outro lado, a aposta no combate à sazonalidade parece estar a traduzir-se numa vitória para o turismo nacional, e tanto mais importante quanto se trata de uma vitória em qualidade, mais do que quantidade. Se os fatores apresentados por Pedro Costa Ferreira podem ter impacto nos números totais, a verdade é que o seu impacto em termos do turismo de época baixa serão menores. Este é o turista mais fidelizado, que não escolhe apenas em função da promoção da época, ou do destino de sol e mar, que dá mais importância à qualidade e é menos volátil. É esse perfil de turista que importa reter e é essa a vitória que o país deve conseguir a longo prazo.