/Loulé irá receber Troféu Mundial do Acordeão

Loulé irá receber Troféu Mundial do Acordeão

Loulé irá receber Troféu Mundial do Acordeão

A cidade de Loulé irá acolher, de 3 a 9 de novembro de 2019, a 69.ª edição do Troféu Mundial do Acordeão. De acordo com o site Maisalgarve, mais de 200 concorrentes, oriundos de 50 países, estarão a concurso, representando a nata do acordeão mundial. O Troféu Mundial foi criado em 1951 pela Confederação Mundial do Acordeão, sendo o maior e mais importante concurso deste instrumento em todo o globo.

A iniciativa da candidatura teve um forte impulso dado por Gonçalo Pescada, acordeonista e o primeiro professor doutorado em Portugal nesta área. O município de Loulé também se empenhou fortemente nesta candidatura, com a diretora Dália Paulo a congratular-se, tendo em conta o facto de existirem 500 alunos a estudar música no concelho e também após a inauguração da “primeira escola de música pública a sul do Tejo”.

Algarve bateu Sérvia, Índia e China

Ainda de acordo com o MaisAlgarve, e segundo Gonçalo Pescada, a candidatura louletana enfrentou a concorrência de outras, vindas de países como a Índia, a China e a Sérvia. Todavia, os pontos fortes do Algarve contribuíram para que Loulé fosse escolhida: “a capacidade para organizar eventos” e para receber visitantes estrangeiros, “o clima”, a “qualidade acústica do Cine-Teatro Louletano” e ainda “a proximidade de um aeroporto internacional”.

Causa e consequência

Esta será a 4.ª vez que o Algarve, região com fortes tradições no acordeão, acolhe este prestigiado evento. As anteriores aconteceram em Faro (1996), Albufeira (2009) e Portimão (2016).

É fácil tirar algumas conclusões. A frequência com que o Algarve recebe este evento tem aumentado (com sete anos a mediar entre Albufeira e Portimão, e apenas três entre Portimão e Loulé); e o Algarve prepara-se para sediar o Troféu pela 3.ª num período de 10 anos. Fica claro que a Confederação Mundial do Acordeão ficou satisfeita com as edições anteriores e não receou voltar a Portugal e ao Algarve, mesmo tão pouco tempo depois (tendo em conta que existe sempre bastante competitividade e interesse no acolhimento de eventos deste género).

Isto é simultaneamente consequência do investimento que o Algarve tem feito, relativamente a tornar-se um destino turístico de alta qualidade, e também um fator a contribuir para o desenvolvimento da região. O Troféu decorre na época baixa do turismo e decerto ajudará Loulé a reduzir os efeitos da sazonalidade, no próximo ano.