/Ryanair vai criar três novas rotas a partir de Faro

Ryanair vai criar três novas rotas a partir de Faro

Ryanair vai criar três novas rotas a partir de Faro

A companhia aérea de baixo custo Ryanair anunciou recentemente a criação de um total de 12 novas rotas a partir de Portugal, sendo três delas para o aeroporto de Faro. As restantes são para o Porto (seis) e Lisboa (três).

As três novas rotas aéreas vão ligar o aeroporto algarvio a Berlim, Milão (Bérgamo) e Londres (Southend).

Perspetivas cautelosas mas apostando nas oportunidades

A empresa irlandesa adiantou uma queda de 11% nos lucros no último balanço trimestral, apontando que a subida do preço dos combustíveis, o excesso de capacidade que ainda se verifica no mercado e a instabilidade causada por eventos como o Brexit podem limitar a sua capacidade de ação. Contudo, a Ryanair aposta no crescimento à custa da falência de diversos concorrentes, como foram os casos recentes da Skyworks, VLM, Small Planet & Azur Air, Cobalt e Primera Air, bem como pela redução de rotas existentes.

De qualquer forma, e de acordo com o CEO Michael O’Leary, a intenção é continuar a investir em Portugal, onde a empresa considera ter margem para crescimento. O empresário mostrou também vontade de resolver os recentes problemas que tem encontrado junto dos sindicatos, portugueses e europeus, e aponta que este investimento é uma forma de mostrar que está confiante na sua resolução a prazo.

O potencial turístico

À direção da Ryanair não passa ao lado, certamente, o potencial turístico de Portugal. De acordo com a Organização Mundial do Turismo (agência que é parte integrante das Nações Unidas), Portugal teve um acréscimo de 168% no número de visitantes estrangeiros anuais entre 2010 e 2016. Só o Japão cresceu mais durante este período.

Neste ciclo virtuoso, da mesma forma que Portugal se apresenta como um dos países onde a Ryanair tem mais “chances” de conquistar receita, o Algarve vai ganhar assim mais três importantes conexões que ajudarão a conquistar turistas e residentes. A abertura de uma rota para Milão não será estranha ao crescente movimento de cidadãos italianos que têm vindo a escolher o Algarve para comprar casa e se estabelecerem.