/Hong Kong: interesse por Portugal cresce

Hong Kong: interesse por Portugal cresce

Há alguns meses, referimos aqui o facto de o número de cidadãos de Hong Kong (em português formal, “honcongueses”) interessados em instalar-se em Portugal estar a aumentar, em virtude dos protestos políticos e sociais que estão a lavrar no pequeno território autónomo no sul da China. “Pequeno” à escala chinesa, pois trata-se de um território com cerca de 7 milhões de habitantes.

Mais do que os protestos, será a perspetiva de que a China se prepara para cercear progressiva e paulatinamente o estatuto de Hong Kong que está a fazer com que muitos habitantes do território, em especial os que têm mais possibilidades, ponderem mudar-se para um país cuja cultura política se insira na civilização ocidental, que é sem dúvida o que acontece em Hong Kong – apesar da matriz sínica da população.

Portugal Resident atento

Agora, o Portugal Resident dá conta de que a tendência continua a fazer-se sentir. Num artigo publicado no seu site no passado dia 11 de dezembro, o site de notícias de Portugal em inglês refere que a tendência de pedidos de informação sobre o programa de “vistos Gold” por parte de cidadãos de Hong Kong se mantém em alta. O site falou com agências de mediação imobiliária e um escritório de advogados, que dão testemunho pessoal e direto da tendência.

E embora a maioria dos pedidos de informação tenha como objetivo uma possível mudança para Lisboa, o Algarve vem logo atrás no interesse dos honcongueses.

Uma das empresas algarvias questionadas pelo site anglófono refere que, até 2019, os pedidos de interesse vindos de Hong Kong se limitavam aos profissionais de origem europeia interessados num investimento para a reforma. O cenário transformou-se, ao longo do ano.

Tanto para os proprietários como para a mediação, a chave do sucesso não muda para o cliente honconguês em relação ao cliente europeu. O Algarve é ligeiramente mais económico que Lisboa (dada a elevada valorização da capital nos últimos anos) e o retorno sobre o investimento feito na região algarvia pode tornar-se superior. Assim o Algarve saiba apresentar-se aos cidadãos de Hong Kong como uma opção atrativa.