/André Jordan: livro de memórias recebe 2.ª edição

André Jordan: livro de memórias recebe 2.ª edição

O livro de memórias de André Jordan, “Uma Viagem Pela Vida”, publicado pela primeira vez em 2019, recebe agora uma segunda edição. O livro chega às livrarias e “stands” esta quinta-feira, 26 de novembro.

Para todos os que conhecem a história dos setores turístico e imobiliário em Portugal, André Jordan dispensa apresentações. O idealizador dos projetos de Vilamoura e da Quinta do Lago foi o fundador do conceito de turismo de luxo, centrado no golfe e na qualidade de vida. Pioneiro no Algarve, lançou as bases de um setor que continua a afirmar-se e que faz da região uma das mais prestigiadas a nível mundial – algo que o próprio Jordan idealizou há 50 anos.

Nascido em 1933, na cidade de Lvov, hoje pertencente à Ucrânia e à época integrando a Polónia, o seu nome de nascença é Andrzej Franciszek Spitzman Jordan e é filho de judeus polacos. Prescientemente, os pais abandonaram um país que seria em breve tomado por tropas nazis e soviéticas, estabelecendo-se no Brasil. Crescendo como brasileiro, Jordan viveu no Rio de Janeiro mas a sua vida profissional levá-lo-ia também a Buenos Aires, Londres e Nova Iorque. Contudo, seria Portugal que viria a apaixoná-lo definitivamente.

Oficialmente entre os mais influentes do turismo mundial

O prémio World Travel Leaders Award 2014, apresentado pelo World Travel Market (WTM), o maior evento da indústria turística, veio consagrá-lo como uma das 12 pessoas mais influentes do Turismo a nível mundial. À época, o diretor do WTM reconhecia a justiça do prémio ao afirmar que “André Jordan foi fundamental para ajudar a desenvolver e transformar o Algarve no conhecido e belo destino de férias que é atualmente”.

Uma história vivida com amor

Jordan deixa o testemunho de quase um século de uma vida “vivida com amor”, nas suas próprias palavras, não esquecendo os desapontamentos que também enfrentou. Nesta segunda edição haverá um capítulo inédito, com as reflexões de Jordan sobre os desafios da pandemia.