Vinho do Algarve: a caminho da internacionalização

Vinho do Algarve: a caminho da internacionalização

O NERA (Associação Empresarial Região do Algarve), em conjunto com a Universidade do Algarve, promoveu uma ação de divulgação de produtos regionais, tendo a internacionalização das PME algarvias como principal objetivo. A iniciativa teve o vinho como um dos produtos em destaque, e contou com a presença e colaboração da CVA (Comissão Vitivinícola do Algarve) e também de vários produtores locais, como a Quinta da Tôr.

Além de uma mostra de produtos regionais que aconteceu no pavilhão do NERA, em Loulé, a iniciativa (no âmbito do projeto Internacionalizar mais Algarve) incluiu também a visita de empresários do setor agro-alimentar a diversas quintas da região. Tendo como objetivo futuro a exportação para vários países europeus, como Alemanha, França e Suécia, os empresários puderam visitar as instalações “in loco”, conhece as condições de produção e armazenamento e também provar as colheitas mais recentes.

O Algarve, uma região de vinho

O Algarve é associado a praias, golfe e turismo em geral, mas não propriamente a vinho. Alguns dirão que os vinhos produzidos por Cliff Richard são apenas um devaneio ou um hobby de um estrangeiro apaixonado pela região (que até colocou a propriedade à venda, recentemente). É provável que, dadas as dimensões reduzidas das áreas de exploração, a região nunca venha a ter a notoriedade do Douro ou do Alentejo. Contudo, contudo vir a ser uma marca reconhecida pela alta qualidade dos seus vinhos raros. Algo como Bucelas ou Colares, mas numa escala maior.

Algarve Wines

A região demarcada surgiu em 1980 e dispõe atualmente de quatro regiões DOC (Denominação de Origem Controlada): Tavira, Lagoa, Portimão e Lagos. Trabalhando com várias castas, os produtores virão a dar destaque à casta Negra Mole, que sendo natural da região poderá dar origem a vinhos de grande qualidade e, acima de tudo, diferentes.

Numa entrevista recente, Mário Santos, responsável pela Quinta da Tôr, apontava que o primeiro passo seria vender ao turista, mas que a internacionalização seria o caminho a seguir.

Passo a passo, é bem possível que o Algarve venha a conseguir mais um rótulo de qualidade para o seu futuro turístico. De resto, podemos acrescentar que o trabalho de Cliff Richard deu frutos – a sua adega foi a primeira da região a conseguir medalhas no International Wine Challenge (Londres).

Golf in Algarve: Oscars and records

A breif report on the recent World Golf Awards where the Algarve was noted as the winner for Portugals Best Golf Course 2017, as well as Best hotel in the Hilton Cascatas Vilamoura.

Golf in Algarve: Oscars and records

Golf in Algarve continues to go up and running. Two recent news are clear examples of this.

Two “Oscars”

The World Golf Awards, part of the World Travel Awards, comprise an election by golf industry professionals from over 100 countries, and for this reason, they’re considered the “Oscars” of the industry. The ceremony happened on the last weekend of November, in Spain. Algarve received 2 of the four awards attributed in the country:

  • Portugal’s Best Golf Course 2017: Quinta do Lago – South Course
  • Portugal’s Best Golf Hotel 2017: Hilton Vilamoura As Cascatas Golf Resort & Spa

Aside of this choice for the Portugal golf awards, the country itself also won the much-desired award for the World’s Best Golf Destination 2017, while being, of course, Europe’s Best also, and the continent’s representative in the nominations for the World’s award.

North Quinta do Lago Golf Algarve Portugal

Record of rounds about to be broken

The ATA (Tourism Board of Algarve) just announced that the region is on its way to reach a new maximum of yearly golf rounds played. In 2016, about 1,3 million rounds were played in the golf courses of the region, what was a 10% rise relating to 2015. This year, the number of 1,17 million was reached just until the end of October, gearing up a hot prospect for the full year result. According to ATA, this means a 4,6% rise compared to the equivalent month last year.

 

A mature, high-quality sector and leisure option

If more proof was needed for the success and the maturity of the golf industry in Algarve, this news provides strong evidence. Both the clients and the industry peers acknowledge that the infra-structures are great and the region itself offers everything (climate, security, beach, countryside, history and culture, gastronomy, etc.) a golfer would require to spend a great time. Across the region, there are currently more than 40 golf courses.

 

View a selection of Golf Property for sale in the Algarve on our website.

Eric Dier: um famoso ’luso-britânico’

Eric Dier: um famoso ’luso-britânico’

A comunidade britânica em Portugal, embora reconhecida e associada geralmente à presença no Algarve (em férias ou residência permanente), permanece relativamente anónima e discreta. Mas um dos seus membros alcançou grande fama e projeção nos últimos anos, e quem acompanha o futebol certamente já ouviu falar nele. Trata-se de Eric Dier.

Quem se deparou com um jovem inglês a jogar no plantel do Sporting Clube de Portugal poderia pensar que se tratou de mais uma contratação internacional típica do futebol moderno. Talvez fosse uma jovem promessa vinda do Championship (a II Liga de Inglaterra), ou um “produto” da formação do Manchester United a tentar a sua sorte na Liga portuguesa. Nada disso; Dier é mais um produto genuíno da formação dos “leões”, que viu nascer Figo, Cristiano Ronaldo, Ricardo Quaresma e tantos outros.

Nascido em Inglaterra, formado em Portugal

Nascido em 1994, Dier veio viver para Portugal com os pais aos 7 anos de idade, quando a sua mãe conseguiu um emprego relacionado com a organização do Euro 2004. A família (o jovem tem 5 irmãos) estabeleceu-se no Algarve e só um ano mais tarde se mudou para Lisboa. Entretanto, o seu talento como futebolista foi detetado pelo Sporting, e Eric integrou a academia leonina.

Eric Dier Portugal too England

Numa entrevista recente, Eric conta a preocupação da sua mãe, à época. A crescer num ambiente português, em breve dominava melhor a língua portuguesa que a inglesa! Em 2010, os pais regressaram a Inglaterra, mas o agora adolescente Eric permaneceu em Portugal, a viver e estudar na Academia do Sporting. Porém, como se viria a compreender, os receios da mãe do jovem Eric eram infundados. Dier chegou a ser abordado pela Federação Portuguesa de Futebol para jogar pelas seleções jovens portuguesas, mas tal motivou uma reação de um jornal inglês pressionando a federação inglesa para fazer o mesmo. O jovem escolheu a seleção do seu país de nascimento e estreou-se pela seleção inglesa sub-18 em novembro de 2011.

Dier estreou-se depois pelo Sporting “B” (II Liga) em agosto de 2012 e logo em novembro foi convocado para jogar pela equipa principal, tendo feito a assistência que permitiu a Van Wolfswinkel marcar o único golo da partida contra o SC Braga. E embora a carreira de um futebolista profissional seja altamente globalizada, atualmente Eric Dier “regressou a casa”, depois de assinar um contrato com o Tottenham a partir da época 2014-15.

Já tendo jogado também pela seleção principal inglesa, é altamente provável que Dier venha a enfrentar a seleção portuguesa, e quem sabe a jogar nos estádios portugueses com a camisola do seu país. Mas também não deixará nunca de ser o menino que cresceu em Portugal, entre os 7 e os 20 anos de idade, e seguramente estará sempre disposto a regressar – pelo menos de férias!

Brexit negotiations: impact to British residents in Portugal

Brexit negotiations: impact to British residents in Portugal

The British Embassy has recently issued an update about the current negotiation between the United Kingdom and the European Union and the expected impact to the British residents in the EU area. Although there is still a long way to go until everything is finished, so far there is a few good news. The main and elementary needs of British expats in Portugal are being addressed.

Healthcare. British pensioners will have their healthcare arrangement protected in Portugal and can even continue to use the European Healthcare Insurance Card (EIHC) throughout the Union.

Social Security. Contributions for National Insurance will be recognised in the European Union and the United Kingdom. The right to a UK State Pension will be rightfully addressed.

Taxation, driving licences, passports. For the moment, there are no immediate changes, but these issues will continue to be addressed in the Brexit negotiations. About double taxation, the Embassy affirmed that the UK-Portugal Double Taxation Agreement between Portugal and the UK, dated 1968, will remain in place, as well as the Non-Habitual Residency tax status.

Voting. British residents will not be allowed to vote in municipal elections, as this comes from European citizenship, but the UK government will also be addressing the issue. Moreover, several other non-EU nationalities are eligible to vote under certain conditions (including even New-Zealanders!), so it is very likely that the UK and Portugal will fix this too.

Portugal and the UK Brexit

Good advice for British residents in Portugal

British expats should formalise their residency in Portugal through a register in local Town Hall of SEF (“Serviço de Estrangeiros e Fronteiras”) office, and also in the local health centre. These are simple moves to make it easy to the safeguard of rights; this would be advisable even with no Brexit, to avoid unnecessary bureaucracy.

Political goodwill in Portugal

Beyond the deals with the European Union itself, British expats can always rely on the goodwill of the Portuguese authorities. This means more than the almost seven-century old alliance between Portugal and England; it means that Portugal is firmly determined to take good care of foreign investment and relations, having tourism and real estate as two important revenue means. This applies to the massive tourist movement flocking to the country right now, but also to the growing French community of pensioners and even to Chinese investors, who can have access to the “Golden Visa”, created to make a move easier to them.

The British expat community, for its size and proximity, is especially important and the Portuguese government has repeatedly addressed that the Brexit process should and will not endanger relations between the two countries.

Algarve Classic Festival: um evento único em Portimão

Algarve Classic Festival: um evento único em Portimão

Algarve Classic Festival: um evento único em Portimão

Decorreu no último fim de semana o Algarve Classic Festival, proclamado como o maior evento de automóveis clássicos do sul da Europa. Integrando diversas corridas no programa, com os seus respetivos campeonatos e categorias, o evento teve como “cabeça de cartaz” a corrida de carros de Fórmula 1 pré-1966, com modelos que fizeram a história do automobilismo e marcas como a Cooper, a Maserati, a Lotus e a Ferrari.

Entre as outras categorias presentes contaram-se:

  • MRL 50’w Sports Cars, para carros de “sport” pré-1960;
  • Formula Junior, com os primeiros carros de competição destinados a pilotos jovens e iniciantes, antepassados das modernas Fórmula 4 e Fórmula 3;
  • HTTC Challenge & CSS, para carros de turismo que competiram nos campeonatos inglês e europeu entre 1972 e 1985;
  • Iberian Historic Endurance, para carros de Turismo e GT até 1976, divididos em três categorias.

Algarve Classic Festival Portimao

Entre outras.

Autódromo de Portimão ao serviço do turismo

Ainda há quem pense que o autódromo de Portimão tem sido um fiasco pelo facto de não ter conseguido trazer a Fórmula 1, a categoria máxima do automobilismo mundial. Mas construir um autódromo de qualidade mundial apenas para receber um grande evento por ano seria não só um erro estratégico como uma oportunidade perdida. O Algarve Classic Festival é a prova de que a pista de corridas é mais um dos pólos de atratividade turística únicos da região. Não são só os pilotos e a sua “entourage” que chegam; é o próprio evento que é mais um ponto de interesse para os turistas, tanto os residentes como os que estiverem só de passagem. E é a notoriedade turística do Algarve, como um todo, que ganha com isso.

Além disso, dadas as mudanças em curso na governação atual da Fórmula 1, quem sabe se os carros mais rápidos do mundo não poderão também vir a correr em Portimão.

Pão por Deus: the Portuguese tradition around Halloween

Pão por Deus: the Portuguese tradition around Halloween

Pão por Deus: the Portuguese tradition around Halloween

Another Halloween just passed by, and it seems Portugal is slowly but firmly adopting this “American” tradition. Throughout the country, but especially in the main cities, night walks and celebrations are set up. But the main Portuguese tradition is still the “Pão por Deus” in All-Saints day, a Catholic-inspired ritual in the morning just after Halloween. November 1st is, of course, a religious holiday in Portugal. But do you think these two celebrations – the Celtic/American and the Catholic/Portuguese – are really so different?

End of Summer

Throughout Portugal, and especially in villages and rural areas, children go knocking doors asking for threats in All-Saints day morning. The youngest may take an adult; the oldest go by themselves. Asking can include verses and rhimes to ask and thank the offer. In return, people buy candies in the supermarket or can offer homemade cookies, like “brindeiras”, chestnuts and others. If one doesn’t offer, children can even reply with negative poems, calling the person a stingy or a niggard. Although happening in daylight (and only until noon), it’s very alike with “trick or treat”.

History says that, throughout the Middle Ages, the Catholic Church tried to absorb the ancient pagan and Celtic rituals in its efforts to build a Christian society. In its remote origins, the All-Saints day and its traditions are a Catholic way of “Christianize” the ancient Celtic “Samhain” that originated modern Halloween.

Halloween e Pão por Deus:

Dia de Finados

Moreover, November 2nd is considered “Dia de Finados”, another expression for “Dia dos Mortos” (Day of the Dead), and Portuguese tradition says people should go to the cemeteries to clean up and honour their passed away, loved ones. (Many people perform this in All-Saints Day because the 2nd isn’t considered bank holiday.) If you’re familiar with the famous Mexican celebration of “Dia de los Muertos”, you’ll quickly conclude that it is exactly the same celebration, practised also in Spain and other Catholic nations. Even if local culture makes the celebration unique in each country and region.

In the end, you might consider that the recent Halloween and the old Pão por Deus are just the two sides of the same coin.

Halloween: tradição importada da América ou renascida em Portugal?

Halloween: tradição importada da América ou renascida em Portugal?

Halloween: tradição importada da América ou renascida em Portugal?

O Halloween parece uma celebração moderna, mas é tudo menos isso. O termo deriva de “All Hallows Eve”, em inglês “Véspera de Todos os Santos”, e mesmo esta expressão é relativamente recente, de há poucos séculos. Antes da Cristianização, os povos celtas da Europa ocidental assinalavam o Samhain, uma festa que marcava o fim do verão e o início dos dias mais pequenos, escuros e frios em que a Natureza parecia adormecida. Invocavam os espíritos dos mortos e acreditavam que nessa festa a fronteira entre o mundo real e o Além se esbatia, e que demónios e fantasmas circulavam entre nós; praticavam excessos em termos de comida e bebida.

Com o advento da Idade Média, a Igreja Católica tentou absorver os antigos hábitos e rituais pagãos e celtas. No século IX, o Papa Gregório IV instituiu o dia de Todos os Santos, enriquecido no século XIII com o dia de Todas as Almas que se transformou, em Portugal, no dia de Finados. A ligação com o mundo dos mortos e a celebração do início do inverno foram assim integradas nos rituais da Igreja, que gradualmente se impuseram aos costumes antigos, especialmente nos países de maior influência católica e menor influência pagã. Não é de admirar que, na maior parte do território português, o “Dia das Bruxas” fosse totalmente desconhecido até há pouco tempo (ou antes, esquecido.)

Contudo, de alguma forma os antigos costumes pagãos foram sobrevivendo na Europa “céltica”. Em Portugal, a região de Trás-os-Montes conserva os maiores vestígios da influência celta (a gaita de foles, os pauliteiros de Miranda, os caretos do Carnaval de Podence) e só aqui sobreviveu o antigo Samhain; a pequena aldeia de Cidões, em Vinhas, organiza anualmente a Festa da Cabra e do Canhoto. Já em Inglaterra e especialmente na Irlanda, nação céltica por excelência, os costumes eram tão arreigados que foram levados para os Estados Unidos pelos colonos e imigrantes, especialmente no século XIX.

Hoje em dia, parece coincidência que as crianças americanas vão de porta a porta a pedir “trick or treat” (doçura ou travessura) na noite de Halloween enquanto as portuguesas fazem o mesmo na manhã de Todos os Santos. Note-se que, embora não ameacem com travessura quem não der o “bolinho” (como é chamado na Estremadura), os meninos portugueses também têm a sua resposta: ”

“Esta casa cheira a alho,

Aqui mora algum espantalho.

Esta casa cheira a unto

Aqui mora algum defunto!”

Halloween e Pão por Deus:

Mas lá no fundo, as origens destes rituais são as mesmas: o antiquíssimo ritual celta e pagão que associa o fim do verão com o Outro Mundo e o Além.

 

Halloween e Pão por Deus: o cruzamento cultural português

Embora esteja a importar a tradição norte-americana, de algum modo Portugal está a cruzá-la com a sua própria. Os rituais do Pão por Deus e da visita aos cemitérios (no dia de Finados ou no próprio feriado de Todos os Santos) não estão a ser esquecidos; misturam-se com a organização de jantares temáticos e caminhadas noturnas na noite das Bruxas. As saídas noturnas em grupos são especialmente procuradas por adolescentes, dos 13 anos à maioridade, para os quais o passeio na escuridão é quase como um ritual de crescimento. Para as crianças até aos 12 anos, prevalece ainda a tradição matinal de ir de porta em porta; afinal, os mais pequenos devem deitar-se cedo.

Culinary Extravaganza in Conrad Algarve for its second edition

The Conrad hotel, Quinta do Lago, Algarve hosts its 2nd edition of it’s wonderful “Culinary Extravaganza! Spoil yourself at the foodie’s event of the year.

Culinary Extravaganza in Conrad Algarve for its second edition

For the second year in a row, the Conrad Algarve will be hosting the Culinary Extravaganza, deemed to be “the culinary event of the year.” Between the 4th and the 6th of November, the famous 5-star hotel in Quinta do Lago will receive 16 world-class chefs, creating some of the most exquisite gourmet pieces you can find.

The program includes the following schedule:

  • November 4th: the Grand Opening Event ‘Culinary Heaven’;
  • November 5th: ‘BBQ Brunch’ and a ‘Michelin Dining Experience’;
  • November 6th: ‘Roof Garden Lunch’ and ‘Closing Dinner Party’.

Prices start at 95€. A mix of the best flavours and techniques, together with delicious surprises, is expected to leave all the guests in awe.

Heinz Beck: solid credentials

The operations will be coordinated by Heinz Beck, one of the world’s leading, three-star Michelin chefs, with an awesome career. He’s in charge of “La Pergola”, the only three-star restaurant in Rome, the “Aspleys – A Heinz Beck Restaurant in London”, which needed just five months to achieve a Michelin star, and the “Social by Heinz Beck” in the Waldorf Astoria Dubai.

Gusto restaurant Conrad Hotel Algarve

Culinary Extravaganza: a new taste of Algarve

The Culinary Extravaganza and the very initiative of having Heinz Beck installing his Gusto restaurant is part of an intelligent strategy from Conrad Algarve.

In a sense, this is good not only for Conrad but also for the region as a whole. We have been talking here, especially in the Portuguese language articles, about the importance of having a diversified strategy to lure occasional tourists and potential residents (as well as effective residents, of course) to the interesting side of Algarve, as the region can be. Be it the Vilamoura Champions Tour, the big equestrian event, the Golf Masters, or the Algarve Classic Festival, for auto racing enthusiasts, there seems to be always happening something beyond the everyday sunshine, golfing and beach.

The Culinary Extravaganza seems to have everything it takes to get bigger and become a significant international event in the upcoming years, contributing heavily to make Algarve known abroad.

 

IKEA apoia nova creche no Algarve

O Grupo IKEA vai apoiar a construção de uma nova infraestrutura de apoio à criança, com valência de creche e jardim-de-infância, em Almancil.

IKEA apoia nova creche no Algarve

O Grupo IKEA vai apoiar a construção de uma nova infraestrutura de apoio à criança, com valência de creche e jardim-de-infância, em Almancil. Destinado a crianças dos zero aos cinco anos, representa um investimento de 200.000 euros por parte do grupo sueco, em colaboração com a Câmara Municipal de Loulé, com a obra a ter um valor total de 1,5 milhão de euros. O novo estabelecimento terá capacidade para 157 crianças e será de responsabilidade da Associação Social e Cultural de Almancil (ASCA).

Do projeto fazem parte berçário, salas para crianças de 1 a 2 anos, de 2 a 3 anos e mais 2 salas para pré-escola, de 3 a 4 e de 4 a 5 anos. Existirá ainda um fraldário, copa de leites, ou uma outra sala com brinquedos para o desenvolvimento motor e sensorial dos bebés, recreio no exterior e um anfiteatro. O município louletano, em entrevista ao SulInformação, mencionou que o novo espaço poderá também acolher crianças de freguesias vizinhas. A obra teve início no passado mês de agosto.

IKEA Loule Algarve Portugal

IKEA: Responsabilidade social e atenção especial às crianças

Pertencente ao concelho de Loulé, a freguesia de Almancil tem cerca de 10.000 habitantes e está a cerca de 15 minutos de automóvel do novo MAR Shopping Algarve promovido pelo grupo IKEA, que será oficialmente inaugurado esta semana (dia 26 de outubro), estando a loja a funcionar desde março. O objetivo de contribuir para o desenvolvimento sustentável das regiões onde são implantados os estabelecimentos comerciais foi salientado por Vasco Santos, diretor de Gestão de Ativos IKEA para Portugal, Espanha e França, ainda em declarações ao SulInformação.

A ASCA foi escolhida não apenas pela proximidade ao novo investimento da IKEA no Algarve, mas também pelo seu currículo em termos de apoio social, estando a completar 25 anos de existência, essencialmente no apoio à população idosa. A construção da creche e pré-escola vem simultaneamente premiar o trabalho de longo prazo feito pela associação e acrescentar uma nova área de atividade.

O apoio às crianças é, de resto, umas das imagens de marca que a IKEA há muito associa ao seu “marketing”, quer através do desenvolvimento de produtos especialmente adaptados para os mais novos (tanto os brinquedos educativos como o mobiliário), quer através da filosofia inerente às suas lojas. Os espaços IKEA dispõem de menus infantis nos restaurantes, áreas de brincadeira, fraldários junto ao WC, etc. O apoio à nova creche de Almancil é assim uma “extensão” da forma de pensar da IKEA nesta matéria.

MAR Shopping Algarve to open this week

Mar Shopping center in Loule set to open this week.

MAR Shopping Algarve to open this week

MAR Shopping Algarve is about to open this week, with the welcoming moment scheduled for Thursday, October 26th. The new mall is an initiative of IKEA Group and is expected to be a major attraction of Algarve, for shopping and leisure. The opening was originally scheduled for September but it was later postponed for about a month to “ensure the quality of the infrastructure”, according to Herman Gewert, the centre’s general manager.

The shopping is built in Loulé, near Faro and in a central position in Algarve, strategically placed next to the A22 highway, or “Via do Infante” as it is locally named. It has been known as “the new IKEA” since it’s inception, but in fact it is way more than that, much the way modern shopping malls are going to

Numbers are impressive:

  • 200 million euros of investment (178,5 million pounds at current rate)
  • 110 shops and brands
  • 000 jobs generated, directly and indirectly
  • 82000 square meters of building (about 20 acres)
  • Outside leisure area, with 8.000 square meters (about 2 acres)
  • 3500 parking spots

This will also be the first commercial development project in Portugal to include simultaneously shopping, outlet (the new Designer Outlet Algarve) and outside leisure space. Apart from IKEA, people will find NOS cinemas, Starbucks, Primark (a store with 4500 square meters), Giovanni Galli and many others, as well as the most common restaurant options, like McDonald’s.

Mar Shopping IKEA Loule Portugal

Loulé MAR Shopping: a strong Swedish move

The new infrastructure seems to arrive in good timing, when the international flow of tourists coming to Portugal, with Algarve included, seems stronger than ever. IKEA has already solid roots in Portugal’s two metropolitan areas, with a couple of stores in Lisbon and another in Porto, and a third one in Braga, the northern city home of a region with a dynamic economy.

One could say that the Algarve IKEA infrastructure seems delayed by a couple of years, given the potential that tourism offers to its business model. But, on the other hand, it seems the Swedes decided to get later but stronger. The new MAR Shopping is the most impressive IKEA in the country, and one could really expect the project to be a significant commercial landmark in Algarve for the next couple of decades.